Resultado dos investimentos: maio de 2024

Criado em em: 26 de junho de 2024 / Atualizado em: 26 de junho de 2024 Visualizações: 455

O cenário econômico global tem sido marcado pelo aumento das incertezas nos últimos meses, especialmente devido à percepção de que a política monetária americana permanecerá apertada durante mais tempo do que o imaginado anteriormente. A postura mais cautelosa do FED – Banco Central Americano e a necessidade de encaminhamento da inflação para a meta, somada aos dados ainda fortes de atividade econômica, devem possibilitar a redução da taxa de juros somente no quarto trimestre deste ano.

No mês de maio o S&P500, índice composto pelas quinhentas maiores ações americanas, avançou 4,80% e o MSCI World, índice do mercado de ações globais, avançou 4,23%. As curvas de juros americana e europeia ficaram estáveis. O índice DXY, indicador que mede o desempenho do dólar frente a uma cesta de moedas estrangeiras, se desvalorizou 1,46%. 

No Brasil, o mês de maio foi marcado pela tragédia no Rio Grande do Sul. Ainda é difícil estimar qual será o impacto no PIB e na inflação de 2024.  Além disso, é importante destacar que o rápido crescimento de alguns gastos do governo é visto com preocupação pelo mercado. Na política monetária, o Banco Central cortou a taxa Selic em 0,25 p.p. para 10,50%. Apesar do corte estar dentro do esperado, a decisão dividida trouxe preocupações, intensificadas pela falta de indicação explícita de quais serão os próximos passos a serem dados na condução da política monetária pelo Banco Central. A inflação medida pelo índice IPCA apresentou variação de 0,46% em maio, acima das expectativas de mercado de 0,40%. O avanço deste mês refletiu a alta dos preços nos itens habitação, transportes, despesas pessoais e educação. Por fim, diante deste contexto, os ativos de riscos mantiveram, por mais um mês, o desempenho negativo. O índice Ibovespa desvalorizou 3,04 %, acumulando no ano uma perda de 9,01%.

Resultados dos planos de previdência

Neste cenário, as carteiras de investimentos administradas pela Fundação Libertas dos planos na modalidade de benefício definido (BD) obtiveram resultado consolidado de 0,83% no mês, enquanto as carteiras dos planos na modalidade de contribuição definida (CD) apresentaram rentabilidade consolidada de 0,74% no mesmo período.  

Você já conhece o informe mensal de investimentos?

Mensalmente, a Fundação Libertas disponibiliza em seu site um informe detalhado com a rentabilidade e os indicadores financeiros de todos os planos de previdência. Veja como é fácil e descomplicado acompanhar os seus investimentos na Libertas.

O que você encontra no informe mensal:

  • Boletim Macroeconômico: análises e projeções sobre cenários econômicos globais e o seu impacto sobre os investimentos;
  • Rentabilidade do plano: detalhes sobre os resultados, incluindo rendimentos obtidos durante o período;
  • Comparativos com indicadores financeiros: o informe apresenta a rentabilidade dos planos e indicadores de mercado, permitindo uma análise mais aprofundada dos resultados;
  • Distribuição da carteira: valor aplicado por segmento;
  • Enquadramento da carteira, de acordo com a Política de Investimentos.
  • Acompanhar de perto os resultados dos planos de previdência, assim como o desempenho do mercado, é fundamental para você garantir uma gestão eficaz do seu patrimônio e traçar projetos para uma aposentadoria tranquila.