Perspectivas sobre longevidade: saúde, felicidade e preparo financeiro

Criado em em: 3 de abril de 2024 / Atualizado em: 9 de abril de 2024 Visualizações: 500

É um fato inegável: as pessoas estão vivendo mais tempo. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa de vida do brasileiro é de, aproximadamente, 75,5 anos, um aumento de cerca de 35 anos desde os anos 40.

Neste contexto, torna-se essencial que todos tenham consciência sobre a importância de manter os cuidados com a saúde e se preparem financeiramente para desfrutar desse longa vida.

Reconhecendo essa realidade, a Fundação Libertas abraça essa causa, oferecendo recursos para que seus participantes possam planejar o futuro com segurança, e também promovendo campanhas como a #PelaBoaLongevidade, que visa conscientizar o seu público sobre os impactos, desafios e oportunidades da longevidade.

Uma das iniciativas para engajar o público foi realizar uma enquete em suas redes sociais: “O que é uma boa longevidade para você?”. A pergunta era simples, porém trouxe resultados significativos quanto à perspectiva das pessoas sobre o tema. A maioria dos participantes considera “Ter boa saúde” o item principal, enfatizando a importância primordial de cuidar do corpo e da mente ao longo dos anos. Em seguida, apontada a resposta “Estar feliz“, ressaltando a ideia de que o equilíbrio e o bem-estar emocional desempenham um papel fundamental nessa questão. Em terceiro lugar, “Ter boas condições financeiras”, evidenciando a preocupação das pessoas em se preparar adequadamente para usufruir de conforto nessa fase. Porém, o que mais chamou a atenção foi “Viver mais de 90 anos” ser a opção menos votada. Este resultado surpreendente sugere que, para a maioria dos votantes, viver mais tempo não é tão crucial quanto viver bem. Isso indica uma mudança de paradigma importante, na qual a ênfase está na qualidade e não apenas na quantidade de anos vividos.

Resultado da enquete aplicada no LinkedIn entre os dias 11 e 18 de março de 2023.

Estes resultados forneceram insights valiosos para a Fundação Libertas impulsionar a campanha e as suas iniciativas. Além disso, eles nos convidam a uma reflexão profunda sobre o verdadeiro significado de uma existência duradoura, que não se mede apenas pelo tempo vivido, mas sim pelo aproveitamento desses anos, de forma gratificante e satisfatória.

Fontes: Portal G1 e Agência IBGE Notícias

Para saber mais sobre a campanha: